O Movimiento pro Universidad del Norte de Salto. Da reivindicação localista à ofensiva das direitas (1968-1973)

María Eugenia Jung Garibaldi

Resumo


O artigo reconstrói a trajetória do Movimiento pro Universidad del Norte (MUN), fundado no fim de 1968, na cidade de Salto, no norte do Uruguai, com o objetivo de promover, como alternativa à Universidade de Montevidéu, a instalação de uma universidade nessa região. Enquanto o Uruguai atravessava uma grave crise econômica, social e política, e no âmbito das discussões entre o Poder Executivo e a Universidad de la República sobre o futuro da educação superior, este movimento converteu uma antiga reivindicação saltenha, para a qual haviam originalmente convergido diversos setores sociais e políticos fora do âmbito político-partidário, em uma bandeira dos grupos que acabariam apoiando a virada autoritária da época. Nutriu-se do apoio das “forças vivas” do departamento, de corporações profissionais, dirigentes locais e representantes do governo departamental vinculados aos setores conservadores dos partidos tradicionais. Entre os seus adeptos cabe destacar, por sua relevância posterior, a organização estudantil de direita radical Juventud Salteña de Pie (JSP), antecedente direta da Juventud Uruguaya de Pie (JUP) criada em outubro de 1970. Foi apoiado, em nível nacional, por diversos atores e grupos políticos, assim como por órgãos da imprensa de direita. Além disso, o MUN levou adiante uma intensa mobilização de projeção regional e nacional, a ponto de obter apoio do governo de Jorge Pacheco Areco. A fundação de outra universidade pública constituiu para estes setores uma oportunidade de impor um modelo político-institucional diferente daquele que prevalecia na Universidad de la República.

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: http://dx.doi.org/10.15175/issn.1984-2503/20157255

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Passagens_teste



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Apoio:

 
 
Indexadores:
 
 
 
Facebook: