Abrindo as portas da Casa de Rilhafoles: Os lazaristas e o movimento jacobeu em Portugal no século XVIII

Jefferson de Almeida Pinto

Resumo


Este artigo estuda a trajetória político-cultural da Congregação da Missão, em Portugal, no século XVIII. Os lazaristas se instalaram no país em 1717, fundando a casa de Rilhafoles três anos mais tarde, onde permaneceram até 1834, quando da extinção das ordens religiosas portuguesas. Sob a proteção dos reis de Portugal e do Brasil, eles atuaram nas missões e assumiram casas e dioceses. Ainda no século XVIII, assumiram muitas das funções dos jesuítas no Império Ultramarino português. Essa trajetória é relevante para o estudo, uma vez que é recorrente a crítica ao regalismo por parte dos congregados ao longo do século XIX. O artigo discorre sobre como se deu esse processo, tomando por referência a circulação de ideias políticas e religiosas na trajetória da Ordem.


Palavras-chave


Teologia; política; regalismo; jansenismo; biblioteca lazarista

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15175/1984-2503-202012206

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio:


 

 
 
 Indexadores:




Facebook: