Simón Bolívar e o Congresso do Panamá: o primeiro integracionismo latino-americano

Alexandre Ganan de Brites Figueiredo, Márcio Bobik Braga

Resumo


O primeiro movimento integracionista latino-americano ocorreu no esteio das independências, já na década de 1820. Impulsionado por vários líderes daquele movimento, especialmente Simón Bolívar, ele culmina na realização do Congresso Anfictiónico do Panamá, em 1826. Naquela reunião, delegados plenipotenciários de quatro estados do continente celebraram os primeiros tratados de integração, cujas disposições anteciparam importantes institutos jurídicos do direito internacional público. Não obstante, os acordos nunca entraram em vigor por carência de ratificações. A partir de uma análise histórica, jurídica e institucional, este trabalho recupera o debate sobre o tema, analisa as fontes pertinentes e propõe uma explicação para as razões do arrefecimento daquele inciativa.

Palavras-chave


Integração da América Latina; Simón Bolívar; Congresso do Panamá

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15175/1984-2503-20179208

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Apoio:

 
 
 
 Indexadores:

 
 
Facebook: